Arquivo da tag: Chagdud Gonpa Brasil

Buda e o Budismo, por Lama Sherab Drolma

Lama Sherab nos conta a história do surgimento do budismo e sobre a preciosidade dos ensinamentos budistas transmitidos pelo Buda Sidarta Gautama. Lama Sherab é professora do budismo Vajrayana, lama residente do templo Chagdud Gonpa Khadro Ling em Três Coroas/RS.

Anúncios

Pratique Observar sua Mente

e0836197de73d28cd25b20150f50a0da

Para compreender como o sofrimento aparece, pratique observar sua mente. Neste espaço da mente não há problemas, não há sofrimento. Então, alguma coisa prende sua atenção – uma imagem, um som, um cheiro. Sua mente se subdivide em interno e externo, “eu” e “outro”, sujeito e objeto. Com a simples percepção do objeto, não há ainda nenhum problema. Porém, quando você se foca nela, nota que é grande ou pequeno, branco ou preto, quadrado ou redondo. Então você faz um julgamento – por exemplo, se o objeto é bonito ou feio. Tendo feito esse julgamento, você reage a ele: decide que gosta ou não do objeto. É aí que o problema começa, pois “Eu gosto disto” conduz a “Eu quero isto”. Igualmente, “Eu não gosto disto” conduz a “Eu não quero isto”. Se gostamos de alguma coisa, se a queremos e não podemos tê-la, nós sofremos. Se a queremos, a obtemos e depois a perdemos, nós sofremos. Se não a queremos, mas não conseguimos mantê-la afastada, novamente sofremos. Nosso sofrimento parece ocorrer por causa do objeto do nosso desejo ou aversão, mas realmente não é assim – ele ocorre porque a mente se biparte na dualidade sujeito-objeto, e fica envolvida com querer e não querer alguma coisa. O que temos que mudar é a mente e a maneira como ela vivencia a realidade.
Chagdud Tulku Rinpoche, em “Portões de Prática Budista”.

Losar, Ano Novo tibetano

https://cdn.shopify.com/s/files/1/1114/7964/products/Shakyamuni_Buddha.JPG?v=1481341133

Imagem: Shakyamuni Buddha de Mukti Singh Thapa.

No dia 5 de fevereiro de 2019, celebramos o Ano Novo tibetano, o Losar. O ano que se inicia é o de 2.146, ano do Javali da Terra.

De acordo com a tradição budista, os dias que antecedem e os que sucedem o Losar são muito importantes.

Nos quinze dias posteriores ao Losar, daremos especial atenção à nossa prática de meditação pessoal, fazendo aspirações de que ela amadureça e traga cada vez mais benefícios a todos.

Fonte: adaptado de Odsal Ling.

Calendário de Datas Sagradas do Chagdud Gonpa – 2019

https://cdn.shopify.com/s/files/1/1876/0297/products/NTH117_Guru_Padmasambhava_thangka_A_1024x1024.jpg?v=1492078568

Imagem: Guru Rinpoche, tangka pintada a mão. Disponível em: <https://www.thangkashop.com/products/copy-of-vibrant-padmasambhava-thangka?variant=35923238093>. 

Importante

Todos os horários foram calculados de acordo com o fuso-horário de Porto Alegre.
O horário já está corrigido quando há horário de verão vigente.
O horário indicado dos eclipses diz respeito ao ápice do fenômeno.

JANEIRO

04/01 Protetores
05/01 Lua Nova, 23h28 Akshobia e Vajrasatva
05/01 Eclipse Solar Parcial, ápice 23h41
14/01 Lua Crescente, 04h44 Tara
16/01 Guru Rinpoche
21/01 Lua Cheia, 03h15 Amitaba
21/01 Eclipse Lunar Total, ápice 03h12 (visível para Porto Alegre)
27/01 Lua Minguante, 19h11 Tara
29/01 Dakini

FEVEREIRO

03/02 Protetores
04/02 Lua Nova, 19h03 Akshobia e Vajrasatva
05/02 Losar Ano Novo Tibetano – Ano do Javali de Terra
12/02 Lua Crescente, 20h25 Tara
14/02 Guru Rinpoche
19/02 Lua Cheia, 12h53 Amitaba
26/02 Lua Minguante, 08h28 Tara
28/02 Dakini

MARÇO

05/03 Protetores
06/03 Lua Nova 13h03 Akshobia e Vajrasatva
14/03 Lua Crescente, 07h26 Tara
16/03 Guru Rinpoche
20/03 Lua Cheia, 22h43 Amitaba
28/03 Lua Minguante, 01h10 Tara
30/03 Dakini

ABRIL

04/04 Protetores
05/04 Lua Nova, 05h50 Akshobia e Vajrasatva
12/04 Lua Crescente, 16h05 Tara
14/04 Guru Rinpoche
19/04 Lua Cheia, 08h12 Amitaba
26/04 Lua Minguante, 19h18 Tara
28/04 Dakini

MAIO

03/05 Protetores
04/05 Lua Nova, 19h45 Akshobia e Vajrasatva
04/05 Início Saga Dawa
11/05 Lua Crescente, 22h12 Tara
13/05 Guru Rinpoche
18/05 Lua Cheia, 18h12 Amitaba
18/05 Lua Cheia Saga Dawa
26/05 Lua Minguante, 13h33 Tara
28/05 Dakini

JUNHO

02/06 Protetores
03/06 Lua Nova, 07h01 Akshobia e Vajrasatva
10/06 Lua Crescente, 02h59 Tara
12/06 Guru Rinpoche
17/06 Lua Cheia, 05h31 Amitaba
25/06 Lua Minguante, 06h46 Tara
27/06 Dakini

JULHO

01/07 Protetores
02/07 Lua Nova, 16h15 Akshobia e Vajrasatva
02/07 Eclipse Solar Total, ápice 16h22
09/07 Lua Crescente, 07h55 Tara
11/07 Guru Rinpoche
16/07 Lua Cheia, 18h38 Amitaba
16/07 Eclipse Lunar Parcial, ápice 18h30
24/07 Lua Minguante, 22h17 Tara
26/07 Dakini
31/07 Protetores

AGOSTO

01/08 Lua Nova, 0h11 Akshobia e Vajrasatva
07/08 Lua Crescente, 14h32 Tara
09/08 Guru Rinpoche
15/08 Lua Cheia, 09h29 Amitaba
23/08 Lua Minguante, 11h55 Tara
25/08 Dakini
29/08 Protetores
30/08 Lua Nova, 07h37 Akshobia e Vajrasatva

SETEMBRO

06/09 Lua Crescente, 0h11 Tara
08/09 Guru Rinpoche
14/09 Lua Cheia, 01h32 Amitaba
21/09 Lua Minguante, 23h40 Tara
23/09 Dakini
27/09 Protetores
28/09 Lua Nova, 15h26 Akshobia e Vajrasatva

OUTUBRO

05/10 Lua Crescente, 13h48 Tara
07/10 Guru Rinpoche
13/10 Lua Cheia, 18h07 Amitaba
21/10 Lua Minguante, 09h39 Tara
23/10 Dakini
27/10 Protetores
28/10 Lua Nova, 0h39 Akshobia e Vajrasatva

NOVEMBRO

04/11 Lua Crescente, 08h23 Tara
06/11 Guru Rinpoche
12/11 Lua Cheia, 11h34 Amitaba
19/11 Lua Minguante, 19h10 Tara
21/11 Dakini
25/11 Protetores
26/11 Lua Nova, 13h06 Akshobia e Vajrasatva

DEZEMBRO

04/12 Lua Crescente, 04h58 Tara
06/12 Guru Rinpoche
12/12 Lua Cheia, 03h11 Amitaba
19/12 Lua Minguante, 02h57 Tara
21/12 Dabkini
25/12 Protetores
26/12 Lua Nova, 03h14 Akshobia e Vajrasatva
26/12 Eclipse Solar, ápice 03h17

Obs: 10/01/2020 Eclipse Lunar

Fonte: https://chagdud.com.br/datas-sagradas-2019/ .

Temos que fazer uso do momento…

Chagdud Rinpoche em luz La Tour

O corpo, a fala e a mente, bem como a oportunidade preciosa que eles oferecem, não são mais duradouros ou reais do que uma bolha; não mais permanentes ou consistentes do que um sonho. Temos que fazer uso do momento, antes que ele se perca, e a impermanência cobre seu preço.

– Chagdud Tulku Rinpoche, trecho extraído do livro “Portões da Prática Budista”, cap. 12.

Quando tomamos consciência do sofrimento…

o-poder-da-paz-thumb-chagdud-tulku-rinpoche-blog-sobre-budismo

“Quando tomamos consciência do sofrimento e das limitações da existência cíclica, isso nos motiva a encontrar uma saída, da mesma forma que, quando nos damos conta de que estamos doentes, buscamos remédio.

Ao compreender que a virtude e a desvirtude determinam se a nossa experiência será de felicidade ou de tristeza, de prazer ou de dor, cabe-nos uma escolha: podemos mudar as nossas ações e cultivar qualidades virtuosas buscando liberação para nós e para todos os seres, ou podemos continuar a criar desvirtude, perpetuando o sofrimento.”

– Chagdud Tulku Rinpoche, trecho extraído do livro “Portões da Prática Budista”, cap. 11.

Sobre nossa natureza intrínseca…

chagdud-pb

“Conhecer a verdadeira natureza da nossa experiência e manter esse conhecimento é o meio para alcançarmos a iluminação. A iluminação não é algo que criamos ou fazemos com que passe a existir. Iluminação significa simplesmente descobrir dentro de nós o que já está lá. É a plena realização da nossa própria natureza intrínseca, chamada de buda.”

– Chagdud Tulku Rinpoche