Os Lamas

Chagdud Khadro

khadro

Chagdud Khadro conheceu Sua Eminência Chagdud Tulku Rinpoche em 1978, casou-se com ele em 1979 e foi sua aluna dedicada por vinte e três anos. Ao ordená-la lama, em 1997, Chagdud Rinpoche designou-a como a futura Diretora Espiritual do Chagdud Gonpa Brasil.

Desde o parinirvana de Rinpoche, em 2002, ela tem se concentrado em dar continuidade ao treinamento Vajraiana de alta qualidade estabelecido por ele. Durante o tempo em que viveu com o Rinpoche, Khadro recebeu treinamento constante, desde a organização de atividades do Darma, até os ensinamentos e prática do Vajraiana. Ela colaborou na confecção da autobiografia dele “O Senhor da Dança” e, sob a sua orientação, compilou comentários de seus ensinamentos sobre as práticas de Ngondro do tesouro de Dudjom, sobre a prática de Powa revelada por Longsal Nyingpo e sobre a versão concisa de Tara Vermelha de Apong Terton. Como antiga diretora e editora da Padma Publishing nos Estados Unidos, Khadro editou muitas traduções de obras tibetanas.

Chagdud Khadro tem sido incansável em manter o legado deixado por S.Ema. Chagdud Tulku Rinpoche. Ela supervisionou a construção de um Zangdog Palri (Terra Pura de Guru Rinpoche) , trabalha com traduções e publicações de textos em português e espanhol e também ajudou a estabelecer o Sítio Esperança, uma escola e projeto educacional localizada em Minas Gerais. Khadro continua a apoiar projetos de apoio espiritual a quem está morrendo e aos cuidadores do paciente terminal e supervisiona as atividades e ensina em todos os centros do Chagdud Gonpa Brasil e Chagdud Gonpa Hispanoamérica. Ela também concede ensinamentos na Europa, Estados Unidos, Europa e Austrália.

 

Jigme Tromge Rinpoche

Jigme Tromge Rinpoche

Jigme Tromge Rinpoche é o guia espiritual do Ati Ling. Filho de S.Ema. Chagdud Rinpoche, ainda jovem foi reconhecido por Chokling Rinpoche como o seu filho na sua vida passada, Tsewang Norbu, que era uma emanação de Yudra Nyingpo, um dos 25 discípulos de Guru Rinpoche. Em abril do ano de 2000, recebeu o ciclo completo das linhagens Duddul e Longsal Nyingpo de Kyabje Moktza Rinpoche no monastério de Katok, no Tibete.

Rinpoche nasceu em 1964 em Orissa, Índia, onde teve a boa fortuna de receber uma educação budista tradicional. Foi extensamente treinado nos ensinamentos e práticas da tradição Nyingma do Budismo Tibetano e estudou com muitos grandes mestres da atualidade, entre eles S.S. Dudjom Rinpoche, S.S. Khyentse Rinpoche e S.S. Jigme Phuntsok Rinpoche. Também estudou filosofia com Khetsun Sangpo Rinpoche e na escola de filosofia de Penor Rinpoche.

Rinpoche imigrou para os Estados Unidos em 1988. Após completar o tradicional retiro de três anos guiado por seu pai, mudou-se para o Ati Ling em 1992, tornando-se o lama residente. Atualmente, Rinpoche viaja pela América do Norte, América do Sul e Ásia concedendo ensinamentos e conselhos com sua gentil sabedoria e cordialidade. Como autorizado por seu mestre de Dzogtchen Khenpo Ngagchung, do Tibete oriental, e solicitado por Chagdud Khadro, Jigme Rinpoche agora oferece ensinamentos de Dzogtchen no contexto dos retiros anuais que Chagdud Rinpoche estabeleceu no Brasil. Rinpoche é também o mestre vajra nos drubtchens da Essência do Sidi e Vajrakilaia que acontecem no Khadro Ling.

Além de compartilhar a responsabilidade sobre monastérios no Tibete e no Nepal, é o fundador e diretor do Padmasambhava Peace Institute e diretor da Fundação Mahakaruna, uma instituição de caridade internacional fundada por Chagdud Rinpoche, que assiste idosos, doentes e necessitados em várias partes da Ásia além de trabalhar para preservar a cultura do Budismo Tibetano.

 

Lama Yeshe Drolma

Lama Yeshe

Lama Yeshe foi estudante de S.Ema. Chagdud Tulku Rinpoche desde 1990. Após o encontro com Rinpoche no Brasil, ela viajou para o Rigdzin Ling na Califórnia, onde participou de muitos retiros importantes e rapidamente aprendeu excelente inglês.

Ela retornou ao Brasil ao final de 1994, servindo como tradutora a Rinpoche e Chagdud Khadro. Durante esse tempo no Brasil, ela também se tornou uma excelente dançarina das tradicionais danças sagradas do Budismo Vajraiana. Ordenada em 2002, a pedido de Rinpoche ela interrompeu um prolongado retiro pessoal para servir, junto com seu marido, Lama Rigdzin, como lama residente no Chagdud Gonpa Dordje Ling em Curitiba, Paraná.

Lama Rigdzin Dordje
Lama Rigdzin Dorje
Lama Rigdzin foi estudante de S.Ema. Chagdud Tulku Rinpoche desde 1992, primeiramente no Rigdzin Ling, Califórnia, e, desde 1995, no Brasil. Durante esse período ele atendeu a muitos ensinamentos e retiros, e serviu Rinpoche de maneiras variadas. Suas habilidades em construção e artesanato foram extremamente valiosas durante a construção do templo no Khadro Ling, e, sendo um excelente artista, trabalhou com Rinpoche em projetos artísticos, mais notavelmente na grande estátua de Buda Akshobia.
Ele também serviu como tchopen (mestre de altar), umze (mestre em entoar), dançarino de dança dos lamas e como tradutor do Rinpoche. Suas qualidades foram oficialmente reconhecidas por Rinpoche em uma ordenação como lama em 2002. Lama Rigdzin e sua esposa, Lama Yeshe, foram convidados a ser os lamas residentes do Chagdud Gonpa Dordje Ling em Curitiba, Paraná. Lama Rigdzin se comunica em português.
Anúncios