Como Lidar com os Venenos da Mente

Em vez de se concentrar no comportamento de todos os outros como quem olha por uma janela, observe sua mente como se olhasse num espelho. Se o que vir for julgamento, orgulho ou preconceito, pratique as meditações sobre a equanimidade. Se encontrar apego egoísta ou avareza, use o antídoto da compaixão. Se enxergar medo ou aversão, use o antídoto do amor e pratique a meditação do dar e tomar para si. Se notar inveja e competitividade, alegre-se com a felicidade dos outros. Se estiver confuso e inseguro sobre o que fazer, interna ou externamente, pergunta-se o que pode trazer benefícios e o que pode trazer danos.

Depois, deixe a mente descansar. Reze para ter clareza, e deixa a mente descansar mais uma vez. Lembre-se que a sua experiência, por mais vívida que possa parecer, é uma miragem, uma manifestação da sua mente. Examine cada aspecto de sua experiência externa e interna até se convencer de que ela é vazia, ilusória, como um sonho. Deixe a mente relaxar.

– Chagdud Tulku Rinpoche, trecho extraído do livro “Para Abrir o Coração”, Ed. Makara.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s